Facebook permite colocar cores de causa gay em foto de perfil

A Suprema Corte dos Estados Unidos liberou nesta sexta-feira (26) a união entre pessoas do mesmo sexo em todo o território do país — antes havia vetos estaduais que impediam o casamento gay.Para comemorar a decisão, o Facebook liberou nesta sexta uma ferramenta que coloca as cores da bandeira da causa gay na foto de perfil da rede social.

Mark Zuckerberg, diretor-executivo do Facebook, mudou a foto de seu perfil com a aprovação do casamento gay nos EUA

Mark Zuckerberg, diretor-executivo do Facebook, mudou a foto de seu perfil com a aprovação do casamento gay nos EUA.

Os usuários que quiserem demonstrar apoio à decisão da Justiça dos Estados Unidos devem acessar o Facebook e entrar nesta página facebook.com/celebratepride. Após isso, aparecerá uma caixa de diálogo perguntando se a pessoa quer estilizar sua foto do perfil ou não. Por volta das 15h20, a funcionalidade passou a ter instabilidade: muitos usuários passaram a reclamar que não conseguiam colocar as cores da bandeira no perfil.

O Google também fez uma ação parecida. Para comemorar o casamento gay nos Estados Unidos, a gigante das buscas estiliza o logotipo da empresa após o usuário fazer uma pesquisa por termos como “gay marriage” (casamento gay), “same-sex marriage” (casamento entre pessoas do mesmo sexo) e “Supreme Court gay marriage” (Suprema corte casamento gay).

Reprodução

Ao fazer busca por “gay marriage”, o Google muda a página de pesquisas

De UOL

Papa Francisco visitará Cuba em setembro antes de ir aos EUA

O papa Francisco visitará Cuba em setembro, convidado pelas autoridades e os bispos, antes de viajar aos Estados Unidos, confirmou o Vaticano.

A Santa Sé atuou como mediadora para a aproximação de Washington e o regime comunista, que começam a dar passos para melhorar suas relações depois de décadas de conflito.

Continuar lendo

GOVERNADOR DE NY ENCONTRA PRIMEIRO VICE-PRESIDENTE CUBANO EM HAVANA

DURANTE O ENCONTRO, LÍDERES DISCUTIRAM PROCESSO DE ATUALIZAÇÃO DO MODELO ECONÔMICO CUBANO, RELAÇÕES ENTRE CUBA E OS EUA E AS PERSPECTIVAS DE DESENVOLVIMENTO DOS VÍNCULOS ENTRE O ESTADO DE NY E CUBA

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, foi recebido nesta terça-feira em Havana pelo primeiro vice-presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, com quem dialogou sobre vários temas, inclusive as relações entre Estados Unidos e Cuba, informou hoje a imprensa oficial. “Durante o encontro falou-se sobre o processo de atualização do modelo econômico cubano, as relações entre Cuba e os EUA e as perspectivas de desenvolvimento dos vínculos entre o estado de Nova York e Cuba”, afirmou uma breve nota da estatal Agência de Informação Nacional.

Continuar lendo

Bispo que omitiu pedofilia nos EUA anuncia renúncia

O papa Francisco aceitou nesta terça-feira (21) a renúncia do bispo Robert W.Finn, de 62 anos, ao governo da diocese de Kansas, nos Estados Unidos. Finn é o primeiro bispo norte-americano condenado por omitir informações sobre um caso de pedofilia envolvendo um sacerdote.

O próprio Vaticano conduziu uma investigação sobre os abusos. Em setembro de 2012, o bispo foi condenado a dois anos de liberdade vigiada por não ter informado seus superiores de casos suspeitos de abusos sexuais e pornografia infantil envolvendo o padre Shawn Ratigan. A diocese, em 2010, esperou cinco meses antes de alertar a polícia sobre a presença de fotos inapropriadas de crianças no computador do sacerdote. Em maio de 2011, o bispo pediu desculpas por não ter agido de maneira eficiente. Mas, em setembro de 2014, o Vaticano abriu uma investigação sobre o caso.

A renuncia de Finn tem efeito imediaeto. Apesar de continuar sendo bispo, ele não irá mais gerenciar a diocese de Kansas. O Papa deve indicar o sucessor.

Da: ANSA

Ex-braço direito de Saddam Hussein pode ter sido morto no Iraque

Nas próximas horas, o suposto corpo da vítima de 72 anos passará por um exame de DNA para confirmar sua identidade

 O governo do Iraque anunciou nesta sexta-feira (17) que Izzat Ibrahim al Douri, ex-braço direito do ditador deposto Saddam Hussein, teria sido morto no norte do país enquanto combatia ao lado dos jihadistas do Estado Islâmico (EI).

Continuar lendo